2011 chegou, passou e 2012 na mesma pressa!

16 08 2012

Gente, isso aqui tá cheio de teia de aranha, hahaha, sério! Prometi no último post que encontraria tempo pro blog, mas não deu. 2011 voou! Trabalhei muito, estudei demais (meeeesmo) e agora 2012 tá no mesmo ritmo. Tô terminando a pós em Qualidade e Engenharia de software, mas ainda tenho 2 semestres do curso de letras inglês na UFSC. Mas já tenho em vista duas oportunidades de mestrado, ai ai. Os sonhos não param, e neste meio tempo ainda quero me dedicar pra minha futura eterna profissão: ser mãe!

Mas o post de hoje é só pra tirar a poeira e falar que estou viva sim, com alguns projetos em vista e o mais recente é a palestra no TDC de Floripa, que acontecerá nos dias 24 a 26 de agosto de 2012, na Faculdade Estácio de Sá, em São José.

O tema da palestra é o mesmo do meu artigo da pós: Melhoria de processo: Ver e Var segundo os modelos CMMI, MPS e ISO/IEC 15504. Mais informações sobre o evento você pode obter no site do mesmo: TDC FLORIPA.

Passa lá, nem que seja só pra me dar um OI!!!!

Anúncios




2011 chegou!

5 02 2011

O ano passou rápido demais e 2011 está chegando na mesma velocidade. Janeiro acabou, as férias acabaram e o mundo parece voltar a girar a mil por hora novamente. O tempo agora é artigo de luxo para alguns. Eu mesma queria ter um dia com mais de 24 horas para poder fazer tudo que preciso. Junto com as horas a mais preciso de energia também, ninguém é de ferro.

Mas 2010 acabou e minha retrospectiva é muito boa: novo emprego, novos projetos, desenvolvimento profissional em foco, novas oportunidades bateram a minha porta e foram todas muito bem-vindas. Só faltou tempo para este blog :). Mas isso vai mudar!!! Siiiiiim, quero muito e vou arrumar tempo pra tratar ele com carinho e aos pouquinhos vou compartilhar minhas impressões sobre qualidade de software novamente por aqui.

Por enquanto passei por aqui pra dizer que estou viva e antenada nos outros blogs sobre qualidade (olhe os links ao lado).

Até mais e um ótimo 2011!





Lançamento do TDC Florianópolis 2010

28 10 2010

Neste ano, o TDC Florianópolis, repetindo o imenso sucesso do TDC São Paulo, traz um modelo bastante diferenciado dos anos anteriores, organizado por trilhas, e com palestras específicas por tecnologia. A inscrição é realizada por trilha com um custo extremamente acessível.

Trilhas Stadium

As trilhas Stadium Sábado e Stadium Domingo não são restritas a um tema específico e apresentam uma grade diferenciada com apresentações de diversos temas como Arduino, Spring, Mobile, Ruby, SOA, PHP e Testes, realizando uma forte integração entre as comunidades.

Inscrições

programação está disponível e as inscrições já estão abertas.





O valor de uma vírgula

5 08 2010

Este não será um post de minha autoria, mas poderia ter sido, rsrs. Explico: sabe quando você lê alguma coisa e pensa: “Poxa, por que não pensei nisso antes???” O texto do Edwagney, fala sobre a qualidade dos textos na descrição dos requisitos de um software. E isso tem tudo a ver comigo por dois motivos: trabalho com qualidade e sou estudante do curso de  letras (inglês), e por isso também me preocupo muito com o modo de como os requisitos e casos de uso são escritos, se estão transmitindo corretamente a informação. Gostei muito do texto e gostaria de compartilhar com meus leitores. Espero que gostem!

===================================================

Caros amigos.

Ao contrário do que muitos pensam, Qualidade de Software vai além da investigação e busca por defeitos em umsoftware. Ela começa na fase de levantamento de requisitos.

De forma análoga, imagine quando você vai comprar um carro. Quais requisitos você pede? o que o carro precisa ter para que você se sinta bem ao comprá-lo? Em software é a mesma coisa… Requisito é aquilo que o cliente deseja receber quando o software ficar pronto. E a qualidade desse software será avaliada pelo cliente, ou seja, estou feliz com o que recebi?

Tá, mas o que isso tem a ver com o título desse post?

Tudo que fazemos surge de um desejo. Depois materializamos esse desejo. Em um projeto de software essa materialização começa na transposição do desejo para o papel e é nesse ponto que os defeitos começam a ser introduzidos nele. Portanto, qualidade de software está intimamente ligado à qualidade do texto que escrevemos para tornar nosso desejo em realidade.

Hoje recebi um e-mail de uma amiga sobre o uso da vírgula. E isso me deu a idéia de levantar uma questão importantíssima e que, sob meu ponto de vista, vejo cada vez mais sendo colocado de lado por muitos profissionais. O Português!

Não existe mais, ou não pode mais existir aquele pensamento de que pessoas ligadas às áreas de exatas não ligarem muito para o Português. Aquele pensamento de que, “isso pra mim não é importante, preciso apenas escrever códigos e fazer o software funcionar.” Esse é um pensamento retrógrado e arcaico. Ou você acha que para escrever um e-mail não precisa conhecer regras de português? Acha que todos os e-mails que escreve pode usar “vc” ao invés de “você”. Pode usar “naum” ao invés de “não”? Pior ainda e é aí que quero chegar, uso davírgulaconcordância.

Não é raro pegar documentos de requisitos onde o uso incorreto da vírgula muda completamente o sentido do texto. E isso para a materialização do desejo, é um tremendo erro que certamente se tornará um defeito grave no futuro, caso não seja identificado nas fases iniciais de um projeto de software.

Portanto, profissionais de qualidade, antes de estudarem técnicas e mais técnicas, irem atrás de certificações, etc, pensem em como está o nível do Português. Pensem na forma como estão escrevendo. Ao contrário do que muitos pensam, muita gente escreve textos gigantescos sem nenhuma, isso mesmo, nenhuma pontuação. Não precisa muito esforço. E-mails é o meio mais comum de disseminação dessa prática. Será preguiça de quem escreve? Talvez seja, mas que é ruim e doído de ler, isso é.

Certa vez, em um dos fóruns que participo, tivemos uma discussão acerca desse assunto. Para minha surpresa, um dos integrantes justificou que grande parte dos participantes eram estagiários e que erros desse nível era normal ocorrer, pois estavam aprendendo. Achei engraçado e ao mesmo tempo entrei em pânico, pois se eram estagiários, obviamente estavam em alguma faculdade. Ora, pelo que eu sei, a disciplina que mais pesa em um vestibular é o? PORTUGUÊS!!! Aeee!!! (mas pelo visto não era o caso deles).

Outro ponto levantado foi a justificativa de que existe muita literatura em Inglês e isso faz com que o Portuguêsfique de lado. Mais um motivo para entrar em total desespero. Quer dizer que se eu aprender o Inglês, devo esquecer meu idioma nativo? E se eu aprender outro idioma, devo esquecer o Inglês? Uma lógica um tanto quanto estranha…

Para aprendermos um outro idioma, necessariamente espera-se que pelo menos o SEU idioma seja dominado. Você fala e estuda ele desde que nasceu e TEMOBRIGAÇÃO de saber lerfalarescrever muito bem.

Peço por gentileza em nome de todos os profissionais, que como eu, gostam de ler bons textos. NÃO DETURPEM A LÍNGUA PORTUGUESA. Mesmo conhecendo “n” outros idiomas, moramos no Brasil, trabalhamos no Brasil, fazemos projetos no Brasil, isso por si só nos dá subsídio mais do que o suficiente para saber que, PRECISAMOSDEVEMOS saber falar e escrever BEM o nosso rico e belo Português Brasileiro.

E para discontrair um pouco e refletirmos um pouco mais sobre o poder que tem uma vírgula. Dêem uma olhada abaixo:

1. Vírgula pode ser uma pausa… ou não.
– Não, espere.
– Não espere.

2. Ela pode sumir com seu dinheiro.
– 23,4.
– 2,34.

3. Pode criar heróis..
– Isso só, ele resolve.
– Isso só ele resolve.

4. Ela pode ser a solução.
– Vamos perder, nada foi resolvido.
– Vamos perder nada, foi resolvido.

5. A vírgula muda uma opinião.
– Não queremos saber.
– Não, queremos saber.

6. A vírgula pode condenar ou salvar.
– Não tenha clemência!
– Não, tenha clemência!

E por fim, como prêmio aos que conseguiram chegar ao final desse texto… Onde você colocaria a vírgula no texto abaixo?

SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA.

Aguardo o resultado nos comentários.

Abraços e até a próxima!!!





Preparatório Oficial da Certificação Brasileira de Teste de Software (CBTS) a distância

29 03 2010

Preparatório Oficial da Certificação Brasileira de Teste de Software (CBTS) a distância

OBJETIVOS:
Apresentar uma base de conhecimento de teste de software e preparar os alunos para a prova de Certificação Brasileira de Teste de Software (CBTS), criada pela Associação Latino Americana de Teste de Software (ALATS).

http://www.qualister.com.br/node/15

MINISTRANTE: Érika Tatiana Hmeljevski – É certificada CBTS. Possui seis anos de experiência na área de qualidade e teste de software. Tem experiência com liderança de projeto de teste e liderança de equipe. Atualmente é coordenadora da equipe de qualidade de software do Instituto Stela e diretora regional adjunta da Associação Latino Americana de Teste de Software em Santa Catarina.

DATA:
10, 17 e 24/abr (sábados das 9h às 13h e 14h às 18h)

INVESTIMENTO:
590,00 até 01/04
650,00 após esta data
(boleto, depósito ou cartão de crédito em até 12x)

METODOLOGIA:
Aulas expositivas ao vivo via webconferência.

INFORMAÇÕES:
contato@qualister.com.br
(48) 4052-9536 / 4052-9540

INSCRIÇÕES:
http://www.qualister.com.br/inscricao.php





Portal do Software Público e a qualidade de software

12 02 2010

Hoje estava dando uma re-lida em um fórum sobre teste de software que assino, e encontrei um post da Érika Hmeljevski, diretora reginal da ALATS em SC, falando sobre o Portal do Software Público. Até tuitei os links, mas resolvi colar o texto de apresentação do portal aqui no blog, até como um registro e acesso mais fácil do que as centenas de emails do fórum.

Chamo a atenção para o módulo específico sobre Teste de Software. É como se fosse um “guia dos primeiros passos” sobre a importância dos testes na qualidade do desenvolvimento de um software. Algumas páginas ainda estão em construção, mas tudo está aberto a colaboração da comunidade! Vamos começar a ajudar também???

Abaixo segue o texto descritivo sobre o Portal.

Todos os participantes do Portal do Software Público ganharam um ambiente dedicado ao tema de qualidade de Software. O espaço é composto inicialmente por 6 vetores: Ecossistema, Qualidade do Produto, Desenvolvimento de Software, Interoperabilidade, Prestadores de Serviço e Teste de Software. Os participantes do Portal SPB podem se cadastrar direto no ambiente com seu usuário e senha, pelo endereço http://www.softwarepublico.gov.br/5cqualibr/register/user-join

O ambiente foi apresentado durante a reunião de Coordenação do Portal do Software Público na cidade de Brasília no início de dezembro. O segundo grupo de Interesse do Portal SPB foi batizado de 5CQualiBr: conhecimento, comunidade, colaboração, compartilhamento e confiança para qualidade do software público brasileiro. O 5CQualiBr será coordenado pelo Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer-CTI, com sede na cidade de Campinas. O principal objetivo do grupo de interesse será disponibilizar conteúdos para melhorar a qualidade do software brasileiro.

A intenção da coordenação do 5CQualiBr será de garantir a interação dos usuários em torno do tema, acrescentar novos conteúdos periodicamente e estimular o debate sobre qualidade de software no país. Os conteúdos serão disponibilizados em modelos de licenças livres e grande parte do material poderá ser acessado abertamente.

O Portal 5CQualiBr é um dos produtos do Modelo de Qualidade do Software Público Brasileiro, projeto em vigência desde o final de 2008, que conta com recursos da FINEP-Financiadora de Estudos e Projetos e com apoio da Secretaria de Política de Informática-SEPIN, do Ministério da Ciência e Tecnologia.

Trata-se do segundo grupo de interesse criado no ecossistema do software público. O primeiro foi dedicado aos municípios brasileiros: o 4CMBr. Que pode ser acessado pelo endereço http://www.softwarepublico.gov.br/4cmbr/register/user-join





Que venha 2010!!!

25 01 2010

Posso dizer que hoje começa o ano novo pra mim. Após merecidas férias, volto com todo o gás pro trabalho e pra vida normal. Sim, porque nas férias fiz tudo do modo menos tradicional possível: noitadas quase todos os dias, dormir até tarde, de preferência torrando na praia, viajei, visitei amigos (durante a semana!!!!), li livros (não técnicos, finalmente!) e mais do que tudo, sem pressão, relaxei completamente. E apesar da liberdade, consegui manter minha boca fechada, e emagreci 1 kilo nas férias, hehehe (mas isso é assunto pro outro blog).

Nem pensei em testes nas férias… mentira, pensei sim. Vi um curso sobre usabilidade pra fazer e tem o evento em março, vamos ver se a empresa me apoia pra eu ir :P. Bom, tô traçando algumas metas aqui no trabalho, tem muita coisa pra melhorar, e agora com o projeto já no ar, dá pra rever bastante coisa que ficou pra trás. Coisas pra serem feitas eu tenho um monte, só preciso me concentrar e elencá-las, pra melhor vislumbrar o que devo fazer. E é isso que farei nos próximos dias.

Uma das metas, é não deixar mais este querido blog de lado… e ajudar a fomentar e dividir o conhecimento na nossa área. Já tô atualizando os links aqui do lado, tem bastante gente nova no pedaço.

Obrigada por me visitar e volte sempre!!!